Novembro 25, 2020

Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Mais de 260 imóveis recebem inseticida em combate ao Aedes na Zona Noroeste de Santos

Ações de combate ao mosquito Aedes aegypti no Rádio Clube, na Zona Noroeste de Santos, incluíram a aplicação de inseticida na área externa de 263 imóveis, localizados no entorno das residências de pessoas que contraíram chikungunya e dengue recentemente.

 Foram dois dias de operação, encerrados nesta terça-feira. O bairro contabiliza cinco casos de dengue e um de chikungunya em 2020 - o maior em número de casos da Zona Noroeste. 

Na semana passada, os agentes de combate a endemias da Secretaria de Saúde já haviam realizado mutirão para eliminar potenciais criadouros do mosquito no bairro (https://www.santos.sp.gov.br/?q=noticia/mutirao-em-bairro-de-santos-elimina-23-focos-com-larvas-de-mosquito).  

Imóveis de 15 quadras foram nebulizados com inseticida. A aplicação do produto é uma estratégia da Secretaria de Saúde de Santos para diminuir a circulação do vírus da chikungunya no bairro, por meio do combate ao mosquito Aedes aegypti em sua fase adulta. Trata-se de um procedimento realizado mediante protocolos e não há indicação para uso indiscriminado da substância em toda a Cidade.

 Casos

Em relação às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, Santos contabiliza 106 casos de dengue e 16 de chikungunya. Não há registro de zika neste ano. O último caso de febre amarela urbana no Brasil ocorreu na década de 1940.

 

Classifique esta materia
(0 votes)
Zona Noroeste

Se você apareceu nesta matéria e quer o direito de resposta entre em contato no email santos@zonanoroeste.com.br

 

Copyright © Rua Professor Lúcio Martins Rodrigues, 10 - Altos, Jardim Castelo - Santos/SP Te.: 13 - 3301-7295 / 997860297 / 7812-0297 / 105*1278 - Santos@zonanoroeste.com.br