Agosto 05, 2020
Zona Noroeste

Zona Noroeste

Se você apareceu nesta matéria e quer o direito de resposta entre em contato no email santos@zonanoroeste.com.br

 

Ações de combate ao mosquito Aedes aegypti no Rádio Clube, na Zona Noroeste de Santos, incluíram a aplicação de inseticida na área externa de 263 imóveis, localizados no entorno das residências de pessoas que contraíram chikungunya e dengue recentemente.

 Foram dois dias de operação, encerrados nesta terça-feira. O bairro contabiliza cinco casos de dengue e um de chikungunya em 2020 - o maior em número de casos da Zona Noroeste. 

Na semana passada, os agentes de combate a endemias da Secretaria de Saúde já haviam realizado mutirão para eliminar potenciais criadouros do mosquito no bairro (https://www.santos.sp.gov.br/?q=noticia/mutirao-em-bairro-de-santos-elimina-23-focos-com-larvas-de-mosquito).  

Imóveis de 15 quadras foram nebulizados com inseticida. A aplicação do produto é uma estratégia da Secretaria de Saúde de Santos para diminuir a circulação do vírus da chikungunya no bairro, por meio do combate ao mosquito Aedes aegypti em sua fase adulta. Trata-se de um procedimento realizado mediante protocolos e não há indicação para uso indiscriminado da substância em toda a Cidade.

 Casos

Em relação às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, Santos contabiliza 106 casos de dengue e 16 de chikungunya. Não há registro de zika neste ano. O último caso de febre amarela urbana no Brasil ocorreu na década de 1940.

 

Nossa fã da página ZN nos procurou pois sua rua foi quebrada e abandonada.
Entramos em contato com a Regional / Prefeitura pra que possa resolver o problema, e FOI. Hoje uma equipe foi arrumar a sua RUA.
#trabalhandopravocevivermelhor #souzn013

Com a solicitação da moradora onde grandes galhos estavam caindo em seu telhado, e dando prejuízo, solicitamos a regional para que acionasse a empresa responsável pra poda na Rua Jornalista Paulo Matos, no Jd. Castelo, e hoje já foram realiar o serviço.
Para que isso aconteça, é necessário que o morador acione a Ouvidoria!
ZN #trabalhandopravocevivermelhor #souzn013

 

Cartão postal da Cidade no alto do Morro Nova Cintra, a Lagoa da Saudade ganhará ainda mais destaque além de sua beleza natural: um mirante e um palco flutuante. As estruturas serão construídas pela Prefeitura de Santos dentro da segunda etapa de obras de revitalização realizadas no local. O objetivo é tornar a área um espaço de entretenimento e lazer para a população e visitantes.

Flores vão embelezar a Nova Entrada de Santos ?

22 de julho de 2020 17h 09

INFRAESTRUTURA MOBILIDADE NOVA ENTRADA DE SANTOS ZONA NOROESTE

Duas estações do ano serão as mais especiais para a Nova Entrada de Santos com mais cores em forma de flores. Essa nova identidade visual da região surgirá principalmente na primavera e no verão. Isso será refletido no entorno do viaduto em curva, construído no encontro das Avenidas Martins Fontes e Nossa Senhora de Fátima, que está recebendo os arremates finais da obra e o plantio de várias espécies que faz parte desses trabalhos.

No total, são mais de 15 mil metros quadrados de áreas verdes espalhadas ao longo da calçada lateral do viaduto, canteiros central e lateral da Martins Fontes, embaixo do elevado e calçadas, além do muro localizado na lateral do viaduto, que separa a avenida da linha férrea. “Nesse muro, vamos ter plantas ornamentais que também florescem e vão dar uma sensação de bem-estar visual a todos que passarem por ali. Será um grande paredão verde com flores, ao invés de termos concreto aparente. Do cinza, teremos o verde e o colorido das flores”, destacou o responsável pelo projeto de paisagismo do entorno do viaduto da entrada da Cidade, engenheiro agrônomo Ernesto Tabuchi.

No ponto alto do florescimento das espécies, os ipês, as helicônias, os jasmins do cabo, os hibiscos, coroas-de-cristo e as palmeiras jerivás vão tingir os olhares de quem passa pela avenida de diversas cores. “A plenitude dessas plantas, sem dúvida, é na primavera e no verão, quando elas estão desabrochando e tomando suas formas, tornando a paisagem muito mais bonita”, afirmou Tabuchi.

PLANTIO
O projeto paisagístico do entorno do viaduto, que integra o Programa Nova Entrada de Santos, prevê o plantio de 38 palmeiras jerivás. Na manhã desta quarta-feira (22), o jardineiro Valdevino Alves Teixeira fez o plantio de uma palmeira jerivá, na lateral do viaduto, com sua equipe de trabalho.

Com mais de 25 anos de experiência, estava muito orgulhoso em desempenhar a tarefa. “Esse é um trabalho que temos que fazer com amor. É fácil, você vai ver”, afirmou, entregando à repórter as luvas para ajudá-lo, só que agora no plantio da grama esmeralda. Ajuda fornecida com amor!

Fotos: Anderson Bianchi e Marcelo Martins

Calçada para todos

Março 15, 2017

Estou cobrando da Prefeitura a reforma da Calçada no Hospital da ZN, no projeto Calçada para Todos.

Muita gente de idade vem ao local e quedas são frequentes e perigosas! 

Projeto da Prefeitura cria primeiro parque infantil acessível da cidade

A comunidade da Zona Noroeste de Santos (SP) vai ganhar o primeiro parque infantil acessível da cidade. O espaço de cerca de 600 metros quadrados fica no Jardim Botânico Chico Mendes (Rua João Fraccaroli, bairro Bom Retiro) e inclui brinquedos especialmente escolhidos para favorecerem a diversão e o bem-estar de crianças com algum tipo de deficiência. Ainda, terá iluminação adequada ao público do espectro autista, executada pelo Consórcio SQF LUZ, formado pelas empresas ENGIE, QUANTUM Engenharia e FORTNORT Desenvolvimento Ambiental e Urbano.
Estão sendo instalados 10 postes de três metros para luminárias LED 69W e oito postes de seis metros com luminárias 400w MVM. Ainda, sete luminárias de 150w MVM estão sendo colocadas em postes que já existiam na alameda. A expectativa do gerente do SQF LUZ, João Paulo Assis, é que esse serviço seja concluído ainda em julho. Já a praça deve ser finalizada no próximo mês. Desde junho o consórcio faz a manutenção da iluminação pública também dentro do horto.
O projeto criado pelas secretarias municipais de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e de Serviços Públicos (Seserp) conta com balanços, painéis, molas, escorregador e pisos táteis. Terá também uma fonte interativa, formada por uma piscina com filtro, motor e reservatório para reaproveitamento de água. Em matéria do portal da Prefeitura por ocasião do lançamento do projeto, a coordenadora de Políticas para a Pessoa com Deficiência de Santos, Cristiane Zamari, salientou a importância do parque diferenciado.
“O local terá painéis sensoriais e será um importante espaço de estímulo, lazer, evolução. Para autistas, por exemplo, será um ambiente com pouca informação, cores neutras e balanço, um brinquedo que ajuda muito na reorganização neurológica. Para deficientes visuais, identificações em braile. Mas será um local de acessibilidade universal, porque todos vão se beneficiar”, destaca Zamari.

Pessoas do espectro autista são mais sensíveis

Os transtornos do espectro do autismo (TEA) comportam múltiplas descrições, com características de grande variação entre os casos. De um modo geral, essas pessoas apresentam dificuldade de se comunicar e de interagir em sociedade em maior ou menor grau. O diagnóstico pode vir acompanhado de outras manifestações físicas ou mentais, as chamadas comorbidades. Som alto e luminosidade intensa costumam causar incômodo, requerendo atenção especial por parte dos cuidadores.
O Brasil não tem estatísticas sobre sua população autista. Porém, dados do Censo Escolar divulgado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) apontam aumento no número de alunos com TEA em classes comuns. Passou de 77.102 crianças e adolescentes com autismo que estudavam na mesma sala que pessoas sem deficiência em 2017 para 105.842 alunos em 2018, um aumento de 37,27%. Em 2019, o presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 13.861/2019 que obriga a inclusão, nos censos demográficos já partir de 2020, de informações específicas sobre pessoas com autismo.
Em março de 2020, a Revista Autismo divulgou dados estatísticos do Centro de Controle de Doenças e Prevenção do governo dos EUA, que apontam prevalência de um autista para cada 54 crianças de 8 anos, em 11 estados. Isso conforme pesquisa feita frequentemente e atualizada a cada dois anos no país. Os dados são referentes a 2016, pois a divulgação ocorre sempre a cada quatro anos. Ainda, apontam que o número de diagnósticos de meninos continua quatro vezes maior do que o de meninas.
Saiba mais sobre TEA no site da Associação Brasileira de autismo (ABRA) em www.autismo.org.br e na Revista Autismo acessando www.revistaautismo.com.br.

Nós da página da ZN recebemos da nossa colaboradora da página o mato alto na rua Cristiano Solano.
Nós acionamos a limpeza pela regional e fomos novamente atendidos!.
Claro é necessário a reforma da calçada. Mas estamos sempre fazendo o possível pra atender a todas as demandas.

Live com Secretária de Educação de Santos Cristina Barletta

 

Eddie Gomes com Secretário de Saúde Fábio Ferraz COVID 19 na ZN

Página 1 de 3
Copyright © Rua Professor Lúcio Martins Rodrigues, 10 - Altos, Jardim Castelo - Santos/SP Te.: 13 - 3301-7295 / 997860297 / 7812-0297 / 105*1278 - Santos@zonanoroeste.com.br