Segunda, 21 Agosto 2017

Du Oliveira/Quatro Rodas.

A VW desengavetou o projeto do novo Santana no Brasil. No final de janeiro, a empresa iniciou pesquisas para atualizar informações junto aos consumidores sobre a receptividade do modelo no mercado.

Em uma clínica com potenciais compradores, a VW queria saber o que as pessoas achavam do visual e também quanto estariam dispostas a pagar pelo veículo.

O modelo, que herda o nome do antigo carro da marca produzido no Brasil entre 1984 e 2006, é um sedã de porte médio para ser posicionado em nosso mercado na faixa de preço dos compactos.

É o caso de Renault Logan, Fiat Grand Siena, Nissan Versa e Chevrolet Cobalt, vendidos entre R$ 42.000 e R$ 68.000 (com o Cobalt Elite e o Versa Unique elevando o valor médio da amostra).

Um dos preços sugeridos pela VW durante o encontro com os compradores foi de R$ 58.000.

A pesquisa da montadora foi realizada em São Paulo (SP) com clientes de diferentes regiões do país. Eles se encontraram em um centro de exposições, onde a empresa exibiu não só o Santana como também outros sedãs
de diferentes segmentos.

b_250_120_16777215_00_images_autos_santana.jpg