Domingo, 21 Janeiro 2018

Encorajar usuárias as denunciarem atos praticados nos ônibus e áreas de grande concentração. Com este propósito, começa na próxima segunda-feira (9) a campanha de conscientização e prevenção ao abuso sexual contra mulheres no transporte público e e outros locais.
A campanha vai acontecer durante a programação da Semana da Mulher e inclui cartazes e anúncios em jornais. O material, com o título Mantenha Distância, não abuse, orienta para as denúncias que podem ser feitas pelo telefone 180.
Em geral, as vítimas têm vergonha e não relatam situações constrangedoras que acontecem nos coletivos, principalmente nos horário de pico. A coordenadora de Políticas para a Mulher, Diná Ferreira Oliveira, afirma que não tem registro denúncia de abuso sexual praticado em ônibus.

CONSCIENTIZAÇÃO
Ligada à Secretaria de Defesa da Cidadania, a coordenadoria quer conscientizar os homens de que a aglomeração humana não lhe dá o direito de se aproveitar dessa situação para uma atitude libidinosa e que esse comportamento é um crime. Já as mulheres são orientadas e encorajadas a denunciar.
Inicialmente foram impressos 500 cartazes que serão afixados em todas as linhas de ônibus municipais e no Terminal de Passageiros, no Valongo. A campanha foi instituióda por meio da lei 3.098, de 5 de janeiro último, com o objetivo de coibir o assédio sexual e incentivar as vítimas a denunciarem os infratores.

Leia mais...

Leia mais...

Suspeito não ficou satisfeito com aparelho e tentou estuprar a mulher.
Vítima conseguiu escapar; caso foi registrado no 2º DP de Santos, SP.
Um homem foi preso, na tarde desta quinta-feira (26), em Santos, no litoral de São Paulo, suspeito de tentar assaltar e estuprar uma mulher na semana passada. Felipe Rodrigues da Silva, de 19 anos, foi reconhecido pela vítima.
Segundo o delegado titular do 2º Distrito Policial (DP) da cidade, Carlos Henrique Fogolin, a vítima foi abordada quando estava chegando em sua residência. Felipe teria pedido seu celular, mas ao ver o aparelho, disse que não gostou do modelo e que queria mais do que isso. “Ela deu o celular para ele. Nesse momento, achando que não era um aparelho que valia a pena, ele desistiu do telefone e começou a tentar estuprá-la”, explica Fogolin.
De acordo com o delegado, a vítima resistiu, conseguiu escapar e foi socorrida por moradores da região. O suspeito também fugiu do local. A mulher registrou um Boletim de Ocorrência no dia seguinte, mas não reconheceu o criminoso nos álbuns fotográficos da polícia. Já ao ser levada para a Delegacia de Infância e Juventude (Diju), ela reconheceu a foto do agressor em outro álbum. O criminoso já possuia passagem por roubo.
O suspeito foi capturado em sua residência, no Morro do São Bento. Segundo Fogolin, ao reconhecê-lo, a vítima se emocionou. “Ela chorou, ficou bem nervosa”, diz o delegado. Um mandado de prisão temporária foi expedido contra Felipe, que foi levado para a cadeia anexa ao 5º Distrito Policial de Santos.

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Fonte: http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2015/02/apos-nao-gostar-do-celular-de-mulher-homem-tenta-estuprar-vitima-e-e-preso.html

Leia mais...

Protesto terminou na noite desta terça-feira com sete caminhoneiros presos.
Anchieta apresenta tráfego lento apenas na chegada a São Paulo.
Após mais de oito horas de manifestações de caminhoneiros, a rodovia Anchieta voltou a apresentar tráfego normal na manhã desta quarta-feira (25), em Santos, no litoral de São Paulo. De acordo com informações da polícia, sete caminhoneiros foram presos por se recusarem a sair da pista que dá acesso ao Porto de Santos.
O trecho da rodovia Anchieta na entrada de Santos, no litoral de São Paulo, foi bloqueado por volta das 14h. Durante o protesto, motoristas que estavam com os carros parados na Anchieta acabaram sendo assaltados por criminosos que se aproveitaram do trânsito travado. A situação se agravou com a forte chuva que caiu na Baixada Santista. Um caminhão também foi incendiado por um grupo de dez homens encapuzados. O fogo foi rapidamente controlado e ninguém ficou ferido.
Na manhã desta quarta-feira, os motoristas encontram lentidão na Anchieta, no sentido São Paulo, do km 22 ao km 17, e do km 13 ao km 10, devido ao excesso de veículos.
O caminhoneiros começaram uma manifestação por volta das 7h, em São Bernardo do Campo. Os caminhões ocuparam duas faixas da pista, no km 23 da Anchieta, sentido litoral. Por volta das 8h30, o protesto foi encerrado e o tráfego normalizado.
Já na Imigrantes, há lentidão do km 16 ao km 14, sentido São Paulo, por excesso de veículos.
O SAI está em operação normal (5×5). Para a descida da serra, os motoristas têm como opção as pistas sul da Anchieta e da Imigrantes. Já a subida é realizada pelas pistas norte das duas rodovias.
O protesto realizado em Santos teve a mesma razão de outros que têm ocorrido em várias cidades brasileiras desde a sexta-feira (13). Com o aumento do preço do diesel, a cobrança de pedágio por eixo suspensos dos caminhões, que está em vigor desde 2013, e o aumento no valor do frete, os caminhoneiros afirmam que esses reajustes não condizem com o aumento salarial dos próprios trabalhadores.

(Foto: Reprodução/TV Globo)

Fonte:http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2015/02/anchieta-amanhece-com-trafego-normal-apos-protesto-de-8h-em-santos.html

Leia mais...

Estimativa foi feita em cima de dados divulgados pela FCDLES.
Presidente da Câmera Lojista diz que crescimento deve vir no 2º semestre.
Com as alterações feitas no modelo econômico do país, o comércio da região da Baixada Santista deve ter um ano de pequeno crescimento em 2015. Essa é a perspectiva traçada pela entidade que representa o setor local. Segundo os resultados divulgados pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo, a situação política e econômicado país deve contribuir para um crescimento abaixo dos 3%.
Com base nessa estimativa, o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas Santos-Praia, Nicolau Miguel Obeidi, destaca que o primeiro semestre deve apresentar grandes desafios aos comerciantes. “Existe uma queda que é normal, em janeiro e fevereiro, principalmente, por causa do IPTU, IPVA, além do começo do ano letivo. São vários fatores que impedem que o comércio tenha bons resultados. Deve haver uma pequena queda no primeiro semestre”, analisa.
O aumento nas tarifas de água e energia elétrica podem vir a ser um empecilho para o crescimento. No entanto, o presidente da CDL vê o clima político no País como o maior problema no momento. “Os pessimistas estão torcendo contra, mas a questão é mais política do que econômica. No aspecto econômico não está tão ruim. É claro que o primeiro semestre deve ser difícil, mas depois as coisas devem melhorar e haver esse crescimento no segundo período do ano”, comenta Nicolau.
Mesmo com as dificuldades, o presidente da entidade confia que o comércio na região pode apresentar uma resposta positiva ao momento econômico, o que possibilitaria um crescimento na ordem de 4% a 5%. “Temos por aqui uma renda per capita que está entre as mais altas do país e poucas carências nos que diz respeito aos segmentos ofertados na cidade. Com uma gestão equilibrada, contas planejadas, promoções e empenho, poderemos inverter expectativas e, quem sabe, crescer um pouco”,conclui.

(Foto: Rodrigo Martins/ G1)

Fonte: http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2015/02/lojistas-da-baixada-santista-apostam-em-estagnacao-das-vendas-ate-junho.html

Leia mais...

Segundo CET, veículo não tinha autorização para passar pelo local.
Acidente provocou muita fumaça e faíscas.
Um caminhão cegonha provocou estragos na rede elétrica do Centro de Santos, no litoral de São Paulo, nesta terça-feira (24). De acordo com a Companhia de Engenharia e Tráfego (CET), o veículo não tinha autorização para tráfegar pelo local.
O acidente aconteceu na Rua Brás Cubas. O veículo se chocou com os fios da rede elétrica e arrastou os cabos conforme andava. Quem passava pelo local podia ver muita fumaça e faíscas e, quanto mais o caminhão cegonha tentava se disvencilhar dos fios, mais estragos provocava.
Os fios ficaram caídos no meio da rua e o caminhoneiro decidiu parar o veículo uma quadra a frente. Ninguém ficou ferido após o acidente e o trecho entre as avenidas São Francisco e João Pessoa precisou ser interditado durante duas horas para realização de reparos.
Segundo a CET, o veículo não poderia passar pelo local porque tem uma altura maior do que o permitido. Além disso, o motorista deve ser multado em R$ 127 e receber cinco pontos na carteira.

(Foto: Reprodução/TV Tribuna)

Fonte: http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2015/02/caminhao-provoca-acidente-com-fiacao-eletrica-no-centro-de-santos.html