Sábado, 20 Janeiro 2018

Uma pesquisa realizada neste início de 2016 pelo munícipe Rafael Pasquarelli, funcionário público, 34 anos, através da rede social Facebook, apontou que para 89,5% dos moradores de Santos, saúde deve ser a principal prioridade do poder público municipal.
O levantamento foi realizado com 270 moradores de Santos. Perguntados sobre quais devem ser as três principais prioridades do poder público nos anos de 2016 e 2017, os santistas mostraram a preocupação que tem com o andamento da saúde no município. “Quando tive a ideia de realizar essa pesquisa, imaginava que a resposta Saúde teria destaque, mas o resultado de quase 90% me surpreendeu. Principalmente porque vemos que a atual prefeitura tem investido bastante em saúde no município. Inclusive com a inauguração da nova UPA (Unidade de Pronto Atendimento), na Rua Joaquim Távora”, diz Pasquarelli.
Além da saúde, outro setor que se destacou no levantamento foi a segurança. 71% dos moradores colocaram segurança como um dos três principais itens que merecem atenção do poder público. Em terceiro veio educação (66,5%), seguido de mobilidade urbana (11,9%), cultura e empreendedorismo (6,3%), comércio (3,7%), e esporte e turismo (3%).
“A ideia de fazer essa pesquisa foi levantar quais são os grandes anseios e preocupações que o morador de Santos tem quanto ao futuro no curto prazo. É importante entender isso, principalmente em ano eleitoral, em que vamos escolher nossos representantes”, afirma Rafael Pasquarelli.

b_250_120_16777215_00_images_camara_Rafael_foto_17.jpg