Domingo, 21 Janeiro 2018

Leia mais...

Eficácia não teria sido comprovada pela agência reguladora
A resolução da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicada nesta quarta-feira (25) no Diário Oficial da União proíbe a distribuição e comercialização, em todo território nacional, dos lotes do produto Suplemento Vitamínico Mineral Quelatus que contêm nicotinato glicinato de cromo e selênio glicina complexado, fabricado por Eurofarma Laboratórios S.A.

De acordo com o texto, o nicotinato glicinato de cromo e o selênio glicina complexado são substâncias não especificadas na farmacopeia brasileira, em outras farmacopeias oficialmente reconhecidas e no Food Chemical Codex (manual de padrões reconhecidos internacionalmente referente à pureza e à identidade dos ingredientes alimentícios).

“A empresa fabricante não teve segurança e eficácia das substâncias supracitadas avaliadas e aprovadas pela Anvisa”, informou a agência.
Mais duas resoluções proíbem, pelas mesmas razões, a distribuição e comercialização, em todo território nacional, dos lotes do produto Suplemento Vitamínico Quelatus Sênior que contêm nicotinato glicinato de cromo e glicinato de selênio, também fabricado por Eurofarma Laboratórios S.A., e dos lotes do produto Suplemento Mineral Cromo que contêm cromo glicina complexado, fabricado por Maxinutri Laboratório Nutraceutico Ltda.

A Agência Brasil entrou em contato com a Eurofarma Laboratórios S.A. e aguarda um posicionamento da empresa. Na Maxinutri Laboratório Nutraceutico Ltda, ninguém atendeu às ligações.

Getty Images

Fonte: http://noticias.r7.com/saude/anvisa-proibe-venda-de-lotes-de-suplementos-vitaminicos-minerais-25022015

Leia mais...

Comum nos pratos de muitos brasileiros, a alface é a primeira coisa que pensamos quando alguém fala em salada. Rica em nutrientes e clorofila, a alface traz muitos benefícios para a saúde.

Pertencente à família Asteraceae, a alface pode ser usado como salada, ou ainda em pratos quentes acompanhando carnes e peixes, ou ainda refogada.
Muita gente pensa que, por ser um alimento verde claro, contém menos vitaminas e minerais do que os alimentos verde escuros, e por isso acaba sendo deixada de lado. Isso baseando-se no fato de que, normalmente, quanto mais viva é a cor do vegetal, maior a quantidade de fitoquímicos presentes. Mas quem pensa isso da alface está muito enganado. Ela é sim riquíssima em nutrientes. Confira nos tópicos a seguir.

Nutrientes e benefícios
Com baixíssimo teor calórico, o alimento pode ser consumido em grandes quantidades sem causar prejuízos ao organismo, pelo contrário. A cada 100g de consumo, existem apenas 15 calorias aproximadamente, além de seu principal componente ser a água. Rico em carboidratos, fibras e proteínas, este alimento possui fibras dietéticas que, além de melhorar a digestão e regular o funcionamento intestinal, atuam na saciedade, sendo excelente para quem quer emagrecer.
Fonte de vitamina A, B, C, K e minerais como o cálcio, magnésio, ferro, potássio e fósforo, o alface ajuda a eliminar as toxinas do corpo e melhorar o funcionamento do sistema imune. Por ser rica em vitamina K, ela atua no fortalecimento dos ossos, além de ter papel importante no aumento da densidade e força dos ossos devido a presença do cálcio e do fósforo.

Os antioxidantes, presentes na verdura, ajudam a proteger a pele contra os efeitos dos radicais livres, além de prevenir rugas, sinais de envelhecimento precoce e ajuda a formar mais colágeno. Além disso, possui baixo índice glicêmico e, segundo pesquisas, ajuda a desencadear a produção de insulina, auxiliando no monitoramento do nível de glicose.

Mais benefícios
Além de tudo que já foi dito, a alface ajuda a combater a insônia, previne anemia, melhora os níveis de colesterol, ajuda a fortalecer as vias respiratórias e combater resfriados, acalma dores musculares, combate a flatulência, entre outros.

Emagrecimento
Esse alimento pode ser auxiliar ainda em dietas, sendo excelente para aqueles que buscam o emagrecimento. Muito nutritivo e complementar para uma alimentação saudável, além de ser pouco calórica, como mencionamos acima, a alface ajuda a manter a saciedade, além de eliminar inchaços causados pela prisão de ventre.

Foto: Reprodução

Fonte:http://www.remedio-caseiro.com/alface-beneficios-e-propriedades/

Leia mais...

Técnica realizada no Hospital das Clínicas em Ribeirão Preto tem diagnóstico em 2 minutos
O exame para diagnosticar a tuberculose ficou 240 vezes mais rápido no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto graças a uma técnica que permite a identificação, quase que imediata, da micobactéria causadora da doença. O tempo de análise passou de oito horas para apenas dois minutos por meio da tecnologia Poct (Point of Care Test).

O método tem a mesma lógica dos testes feitos para verificação do vírus HIV, com o uso da saliva. No caso da tuberculose, no entanto, a amostra usada na testagem rápida é colhida de uma cultura bacteriológica, por isso ainda há a necessidade de ser feito em laboratório.

De acordo com Valdes Bollela, professor da Divisão de Moléstias Infecciosas e Tropicais do Departamento de Clínica Médica, pesquisadores asiáticos e brasileiros estudam meios para que o exame seja feito diretamente com os fluidos do paciente.

— É a ideia de ter um teste que seja feito com o menor recurso tecnológico e o mais rápido possível. O exemplo clássico disso são exames de malária e HVI, que podem ser feitos fora até do próprio hospital. O da tuberculose ainda não está assim.
Ele destaca que, por ser uma doença infecciosa, o diagnóstico torna-se ainda mais importante.

— É a chave de interromper a cadeia de transmissão da tuberculose.

O teste rápido está sendo usado no hospital de Ribeirão Preto há um ano e meio.

— Queríamos avaliar o quanto ele agregaria do ponto de vista do custo, da efetividade e na rotina do diagnóstico. Na avaliação dele, o teste mostrou-se eficaz em todos os aspectos. Consigo fazer com tempo muito menor. O custo dele por teste é mais ou menos R$ 10.

Além disso, ele destaca que o teste molecular, que era feito antes, trazia maior risco de contaminação.

— Ele requer uma série de cuidados, então não se conseguia fazer esse exame todos os dias. Conseguíamos fazer duas vezes por semana.

A cultura, que é feita na maioria dos casos com amostra de escarro, demora entre 10 e 14 dias para indicar se estão crescendo micobactérias. O problema é que, além disso, era preciso aguardar mais dois ou três dias para atestar a tuberculose por meio do teste molecular.

— Na dúvida, o médico, sabendo que cresceu uma micobactéria, tratava para tuberculose, mas às vezes não era. Agora, eu consigo saber com um grau de certeza bem grande se aquilo que está no crescimento da cultura é tuberculose.

O Poct permite que, após o período da cultura, já se defina o diagnóstico em minutos.

— Agora, a gente consegue fazer praticamente de imediato.

De acordo com Bollela, a incidência da tuberculose no Brasil é 90 mil casos por ano.

— Desses, entre 85% e 90% são do tipo pulmonar. Além disso, cerca de 4,5 mil pessoas morrem anualmente por causa da doença. Se você pensar que tem tratamento e que, se tratar direito na primeira vez, tem chance de cura de 100%, ainda há muita gente morrendo de uma doença que tem cura.

Ele destacou que entre 10% e 20% dos casos estão associados a pacientes soropositivos.

— Isso piora o prognóstico do HIV e aumenta o risco de ter complicações com a tuberculose.

Fonte: http://noticias.r7.com/saude/exame-para-detectar-tuberculose-fica-100-mais-rapido-22022015

Leia mais...

Além das contas de água, luz, telefone, internet e aluguel, existem outras das quais você não pode fugir e a alimentação é uma delas. A compra do supermercado é uma das contas mais caras da lista, se não a mais cara de todas. Porém, ficar sem comer é impossível e você terá que gastar o seu dinheiro com comida todos os meses.
Quando você precisa economizar na comida tenha a certeza de que o seu crescimento muscular será afetado. Para quem pratica musculação, uma boa alimentação é essencial. Sem ela você não conseguirá atingir o corpo que tanto deseja. Para que você não desanime, veja algumas formas de manter os músculos e economizar no bolso.

Comer ovo não é a solução
Sempre tivemos aquela impressão de que o ovo é mais barato e ainda é considerado por muitos como alimento de pobre. Não se deixe enganar! Um kg frango de uma boa marca está, em média, 3 a 5 reais mais caro do que uma dúzia de ovos, sendo que eles possuem apenas 72 gramas de proteínas contra 110 gramas do frango.

Além disso, o ovo possui maior quantidade de lipídeos que o frango. A quantidade de colesterol presente em apenas um ovo é o suficiente para um adulto por um dia inteiro. O frango possui uma quantidade mínima de gordura e se preparado de forma saudável, fica ainda melhor.

Suplementos são necessários?
Tomar suplementos tornou-se regra entre os praticantes de academias quando, na verdade, deveria ser a exceção. Como próprio nome já diz, os suplementos devem complementar a dieta e não, ser a dieta. Além do mais, o valor nutricional dos alimentos está muito acima dos suplementos alimentares.
Um Whey Protein de uma boa marca custa, em média, R$ 200. Se você fizer os cálculos, verá que um pote não chega a durar nem mesmo um mês. Portanto, a conta ficará muito mais cara com os suplementos se comparado aos alimentos. É melhor gastar por uma consulta com um bom nutricionista e montar a sua própria dieta.

Algumas pessoas realmente precisam de suplementação por uma uma dieta deficiente ou por algum tipo de problema no metabolismo. O corpo não consegue aproveitar toda a proteína que é ingerida e é nesse caso, por exemplo, que o uso de suplementos é indicado.

Macarrão comum x Macarrão integral
á ouviu a frase “comer bem custa caro?” Isso é verdade sim. Tanto é que você consegue notar a diferença dos alimentos comuns em comparação com os integrais. Um kg de arroz integral é cerca de R$ reais mais caro do que o comum e, considerando que você não come apenas 1 kg de arroz por mês, essa conta pode sair bem cara.

É claro que os carboidratos complexos são melhores do que os simples. A questão aqui não tirá-los da sua dieta e sim, substituí-los por alimentos mais nutritivos e baratos. Se você tiver uma alimentação rica em hortaliças, frutas e verduras não terá que se preocupar em viver comendo alimentos integrais. Uma refeição saudável já tem uma boa porção de fibras necessárias ao organismo.
Troque os alimentos funcionais
As tais balas de colágeno, os shakes de proteínas e as barras nada nutritivas podem ser facilmente substituídos por uma boa alimentação. Ir ao açougue e selecionar um corte com o mínimo de gordura possível, investir em bons peixes como o salmão e o atum, que são ricos em ômega-3, certamente valerá a pena na hora de fechar as contas.

Você precisa desses alimentos?
Há um monte de pessoas tomando leite sem lactose e alimentos sem glúten por puro modismo. Assistir a num telejornal ou ler uma revista que dizem ser essas substâncias maléficas para o organismo não dão a certeza de que você precisa eliminá-las da sua dieta.

Realmente o glúten pode causar processos inflamatórios com o passar do tempo, mas para que servem as defesas do seu corpo? Se você estive ingerindo uma dieta saudável e longe do sedentarismo, certamente não ficará vulnerável a certas doenças. Além do mais, nosso corpo tem os mecanismos necessários para combater o mal que certos nutrientes podem causar. Quanto a você, basta que não coma esses alimentos em excesso e tudo ficará bem.

Fonte:http://malharbem.com.br/como-economizar-o-seu-dinheiro-na-dieta/

Leia mais...

Desenvolvimento da úlcera de córnea é um dos riscos de usar o acessório ao entrar na água
Algumas pessoas não abrem mão das lentes de contato, mas entrar na água do mar ou da piscina com o acessório pode causar sérios problemas nos olhos, inclusive ameba. O alerta é do oftalmologista Alexandre K. Misawa, do Hospital San Paolo. Segundo o médico, a prática é desaconselhada por risco de contaminação, além de perder a lente.

— Essa prática pode causar a colonização do estojo da lente e uma infecção do olho quando as lentes entrarem em contato com a superfície ocular novamente.

Além das bactérias, o especialista chama a atenção para a ameba, que é um protozoário capaz de provocar uma úlcera de córnea grave com o risco de perda de visão.

— Para evitar esse risco, é aconselhável a utilização de óculos de natação com as lentes ou dar preferência às lentes descartáveis, que são utilizadas somente por um dia.
De qualquer forma, não importa a ocasião, a cautela deve ser mantida, ressalta Misawa.

— O importante é trocar as lentes seguindo os prazos específicos para cada tipo e usá-las por algumas horas no dia, de acordo com as recomendações. Algumas pessoas utilizam o acessório sem orientação médica e trocam somente se sentirem alguma irritação no olho.

Fonte: http://noticias.r7.com/saude/atencao-nadar-com-lente-de-contato-pode-dar-ameba-nos-olhos-21022015