Domingo, 21 Janeiro 2018

Leia mais...

A artrose é uma doença que, comumente, afeta pessoas de mais idade, atingindo suas articulações com o desgaste da cartilagem. Esse problema pode causar dores, inchaço e limitações funcionais. Normalmente essa doença afeta as articulações das mãos, da coluna, dos joelhos e dos quadris.

A doença tem uma piora progressiva e constante, e ainda não tem cura. Os médicos normalmente, no entanto, indicam tratamentos que podem retardar a progressão desta doença, aliviando os seus sintomas.
Causas
A doença pode ser causada pelo uso excessivo de uma determinada articulação, ou ainda pelo envelhecimento natural da pessoa. Existem ainda alguns fatores de risco como a idade avançada, o sexo – mulheres são mais propensas –, deformidades ósseas, lesões nas articulações, obesidade, determinadas profissões e doenças como diabetes, hipotireoidismo, entre outras.

Sintomas
O sintoma mais presente em pessoas com artrose é a dor na articulação afetada. Normalmente, estas dores tendem a piorar ao final do dia. Além disso, há a presença de inchaço, calor, rangidos e limitações dos movimentos nas articulações afetadas.

Remédios caseiros
Alecrim
O remédio feito com alecrim ajuda a restaurar a articulação e a aliviar os sintomas. Para preparar, você vai precisar de:

– 1 colher de chá de folhas verdes ou secas de alecrim
-250 ml de água fervente

Em um recipiente, coloque a água e leve para ferver. Enquanto isso, coloque as folhas em um outro recipiente e reserve. Em seguida, assim que a água alcançar o ponto de fervura, jogue por cima das folhas. Tampe e deixe descansar por 10 minutos coando e consumindo ainda morno. O ideal é consumir entre 2 e 4 vezes por dia.

Salgueiro e ulmária
Este medicamento possui propriedades anti-inflamatórias atuando no combate às inflamações, e ação analgésica e antirreumática, aliviando a dor e sendo excelente para o tratamento de artrite, artrose e gota.

Para preparar esse medicamento natural para artrose, você vai precisar de:

– 1 copo de água
– 1 colher de sopa das cascas do caule do salgueiro
– 1 colher de sopa de ulmária

Em um recipiente, coloque todos os ingredientes e aguarde alcançar fervura. Quando isso acontecer, deixe ferver por aproximadamente 5 minutos e então apague o fogo. Tampe a mistura e deixe esfriar. Quando amornar, coe e consuma em seguida. A dose indicada deste medicamento é de uma xícara pela manhã e outra de noite.

Fonte: http://www.remedio-caseiro.com/cha-que-trata-artrose-naturalmente/

Leia mais...

A dextrose é um suplemento alimentar desenvolvido a partir do amido de milho e é classificado como carboidrato simples. A sua principal função é oferecer energia para o corpo no momento em que os níveis de glicose estão extremamente baixos. Indiretamente e diretamente, também ajuda no ganho de massa muscular.
O que é a dextrose?
Como já foi dito, a dextrose é um carboidrato simples obtido a partir do amido de milho. O fato de ser um carboidrato do tipo simples quer dizer que ele é rapidamente metabolizado pelo organismo. Ou seja, a dextrose fica disponível para ser utilizada em poucos minutos a partir da sua ingestão.

As pessoas confundem muito a dextrose com a maltodextrina, mas elas são bem diferentes. Enquanto que aquela deve ser ingerida quando o corpo necessita de energia de forma imediata, esta deve ser consumida com o objetivo de não permitir a queda da insulina e assim, conseguir um bom desempenho nos treinos.
Para que serve a dextrose?
A dextrina é bastante utilizada como suplemento alimentar pelos praticantes de musculação. Ela é ideal para aqueles momentos em que o catabolismo começa a acontecer, ou seja, ao acordar e no pós-treino. Essa substância consegue ofertar glicose para ser consumida de maneira imediata pelo organismo.

Quando terminamos de fazer musculação, o corpo começa a entrar num processo de catabolismo. Ocorre a falta de energia em forma de carboidratos (que tem a preferência), então o corpo começa a consumir proteínas como fonte de energia, degradando ainda mais a fibra muscular que você acabou de usar.
Para evitar que ocorra isso, é importante fornecer ao corpo não apenas as proteínas como também os carboidratos. Por isso que muitos profissionais não recomendam o uso do Whey Protein Isolado. Para conseguir absorver os nutrientes para dentro das células de maneira efetiva, a glicose dos carboidratos são indispensáveis.

Outra função da dextrose no nosso corpo é a produção de glicogênio. Essa substância é a principal fonte de energia do músculo. Dependendo da intensidade dos seus treinos, você pode usar até mais de 50% de glicogênio como fonte de energia. A glicose é um dos ingredientes básicos para a formação desse polissacarídeo.
Qual a quantidade certa de dextrose?
Não há uma quantidade exata para isso, até porque cada um tem um sistema biológico específico. O ideal é que cada um consulte um nutrólogo ou nutricionista que passará a dose compatível com o seu organismo e seu estilo de vida. Coisas referentes ao seu tempo de exercício, sua alimentação e outros fatores são levados em conta na hora do cálculo.

Há uma quantidade mediana de 30 gramas por dia, o equivalente a 120 calorias. É importante colocar esses números no seu cálculo diário de carboidratos que deve ser cerca de 55 a 60% da sua alimentação. Lembrando que doses excessivas de dextrose pode engordar já que o açúcar não utilizado se transforma em gordura e acumula no tecido adiposo. Outro problema da superdosagem é para as pessoas que têm propensão para desenvolver diabetes.
Como e quando consumir a dextrose
Antes de comprar e ingerir o produto, certifique-se de que ele tem o selo da ANVISA. Isso vale para qualquer outro suplemento que você pretenda comprar. A dextrose é um pó que deve ser diluído em água para ser ingerido. A quantidade de cada um vem no rótulo da embalagem.

Existem dois horários do dia propícios para o consumo da dextrose: logo depois de acordar e no pós-treino. São os dois momentos do dia em que o nosso nível de energia está em baixa e o processo de catabolismo já está iniciando. Lembrando que, no pós-treino, o ideal é ingerir a dextrose com alguma fonte de proteína.
Quem pode usar o dextrose?
A recomendação para o consumo da dextrose é apenas para pessoas que praticam algum tipo de atividade física, seja musculação ou atividade aeróbica. E ainda sim, apenas as pessoas que estão dentro da sua faixa de peso podem fazer uso da dextrose. Diabéticos e gestantes estão fora da lista e só podem fazê-lo sob orientação médica.

Fonte:http://malharbem.com.br/saiba-tudo-sobre-dextrose/

Leia mais...

Uma coceira pelo corpo pode incomodar a qualquer hora do dia e em qualquer lugar e suas causas podem ser as mais diversas, como alergias, irritações e por aí vão. Assim, nada melhor do que ter à disposição remédios caseiros para minimizar – ou até tratar – a coceira.

Qualquer pessoa em algum período da vida já foi – ou ainda será – atormentada por esse desesperador e incômodo sintoma. Entretanto, o ato de coçar determinada área da pele afetada por algum tipo de enfermidade só irá agravar ainda mais o problema. Sem falar na dor e nos ferimentos que poderão surgir em decorrência disso.
Causas
Entre os casos de coceira em humanos, a causa mais comum para o problema está na pele seca. Todavia, há outros agentes que provocam a ocorrência desse incômodo sintoma, a exemplo do contato com produtos químico e/ou tóxicos, queimaduras do sol, frio, exposição excessiva à água, picadas de insetos, ingestão de alimentos o qual o organismo é intolerante, entre outros.

Ocorrência
Na pele, as irritações que causam a coceira podem se concentrar em apenas uma área ou, dependendo da gravidade do fator provocante, em quase, ou todas, as partes do corpo. Em geral, nessas áreas afetadas nota-se a presença de bolhas seguidas de prurido.

Tratamentos
Entre as formas mais eficazes de tratar os sintomas da coceira está o banho de imersão em água aquecida, adicionada de duas xícaras de farinha de aveia ou ainda com duas colheres das de sopa de vinagre de maçã.
Também é eficaz o ato de cobrir a área da pele afetada pela coceira com amido de milho (maisena). Esse método pode trazer resultado imediato no alívio à sensação da necessidade de coçar a parte atingida.
A utilização do óleo e/ou chá de urtiga fresco também é um forte aliado no combate à coceira. As duas fórmulas são indicadas, sobretudo, para tratar o sintoma em áreas que foram picadas por insetos. No caso do chá, a receita é bem simples: utilize uma colher das de sopa de folhas secas de urtiga em uma xícara com água fervente e deixe durante 15 minutos. Depois coe e tome duas vezes ao dia.
A aplicação de folhas de couve imersas em água quente também é outro método eficaz no alivio da coceira. Ao colocar o vegetal na água, deixe por aproximadamente 10 minutos. Feito isso, retire as folhas e coloque-as diretamente sobre a área atingida.
A mistura de canela em pó com mel também é indicada para o tratamento do sintoma, além da aplicação de uma pequena porção de bicarbonato de sódio com água.
Importante: em casos mais graves como eczema, não fazer uso de nenhuma das receitas citadas. Nessas situações, recomenda-se uma consulta médica.

Foto: Reprodução

Fonte:http://www.remedio-caseiro.com/tratamentos-naturais-para-aliviar-coceira/

Leia mais...

Um dos principais e mais consumidos derivados do leite é o iogurte. É um dos lanches preferidos da criançada e também dos adultos. O iogurte é muito conhecido por ter um efeito na regulação da flora intestinal e também pelo cálcio, mas os seus benefícios vão além disso. Conheça um pouco mais sobre esse assunto!

O consumo do iogurte
O iogurte geralmente é consumido pela manhã, durante o café da manhã, ou nos intervalos das principais refeições, como um lanche, junto com frutas e cereais. Há um tempo era conhecido apenas pelo seu efeito na regulação da flora intestinal, prevenindo contra prisões de ventre e por auxiliar na formação óssea, devido ao cálcio presente no alimento. Mas algumas pesquisas recentes têm mostrados que além desses benefícios, o iogurte é uma fonte de proteínas, minerais e vitaminas. Além disso, possui baixo teor calórico, menos lactose que o leite comum e ainda é gostoso.
O iogurte natural
O iogurte natural possui um sabor suave e, além disso, possui todos os nutrientes que o leite contém, como as proteínas, carboidratos, vitaminas e sais minerais. Os seus micro-organismos vivos influenciam positivamente o organismo, melhorando também o funcionamento do sistema digestivo.

O iogurte desnatado
O iogurte desnatado possui os mesmos benefícios oferecidos pelo natural, porém este possui uma vantagem a mais, por ser desnatado, em sua fórmula há menos gordura e, consequentemente, um valor calórico mais baixo. Ele é recomendado para quem quer emagrecer e também para aquelas pessoas que precisam controlar os índices de colesterol.

As propriedades do iogurte
O iogurte é um alimento rico em minerais, nele podemos encontrar: cálcio, fósforo, potássio, magnésio e zinco. Também possui vitaminas A, B1, B2, B6, B12, niacina e ácido fólico. A ingestão de alimentos com cálcio, como o iogurte, é muito importante na infância e adolescência, pois previne a osteoporose e também outras doenças crônicas, hipertensão arterial e câncer no reto.

Seus benefícios
Veja agora alguns dos principais benefícios que o iogurte pode oferecer para o organismo:

Emagrece – por ser pobre em calorias (69 kcal em 100g, na versão natural), o iogurte funciona para enganar a fome entre as refeições, substituindo biscoitos, bolachas e pães. O cálcio presente nele também auxilia no controle do peso.
Cálcio – o iogurte possui mais cálcio que o próprio leite, fortalecendo os ossos e dentes. Além disso o cálcio é responsável pela comunicação entre as células nervosas, participa do processo de coagulação sanguínea, ajuda na cicatrização de feridas e é essencial à contração muscular. Ele ainda equilibra a pressão arterial e ajuda na dilatação dos vasos.
Sistema imunológico – os iogurtes são produzidos a partir de pelo menos dois tipos específicos de cepas bacterianas: Streptococcus thermophilus e Lactobacillus bulgaricus. Estas ajudam na flora intestinal e aumentam a resistência do organismo, pois acabam com os micro-organismos que causam vários tipos de doenças.
Pele mais bonita – as proteínas do iogurte são fundamentais para construção, reparação e renovação de todos os tecidos do corpo. A vitamina A que está presente nele é essencial para a saúde da pele. Este alimento suaviza rugas e ajuda a manter a firmeza, podendo ser usado na pele em máscaras.

Foto: Reprodução

Fonte: http://www.remedio-caseiro.com/os-beneficios-do-iogurte-para-o-organismo/

Leia mais...

Nível de paciência lá em baixo enquanto que o de estresse lá nas alturas. Agitação, nervosismo, ansiedade… Não faltam sensações para descrever o dilema de como tem sido o cotidiano conturbado que a maior parte dos seres humanos tem vivido nos últimos anos.

Está mais do que na hora de relaxar e acalmar os ânimos, não acha? Então venha conosco e aprenda alguns chás que ajudam a controlar o nervosismo, o estresse do dia a dia.
Chá de alecrim
A Rosamarinus officinalis (alecrim) é uma erva aromática e que possui cheiro bastante suave, com função estimulante pela manhã e calmante no final de tarde. É bastante eficaz no auxílio da diminuição do estresse e no tratamento dos nervos, além de aliviar os sintomas da depressão.

O líquido feito a partir da infusão do alecrim ganha um sabor levemente amargo e quente, que atua como um aquecedor no organismo, sobretudo no sistema digestivo. Este é também um revigorador capaz de elevar a disposição e a energia do corpo, além de combater o esgotamento mental e físico.

Preparo: Ferva 10 gramas da erva em 200 ml de água durante 10 minutos. Depois coe e beba, de preferência ainda em temperatura aquecida.

Chá de erva-cidreira
A Melissa officinalis (erva-cidreira) é uma erva não só capaz de promover relaxamento como também inúmeros outros benefícios comprovados. A utilização dessa erva tem se mostrado eficaz na regulação da menstruação, no alívio de cólicas e até mesmo na solução de situações de esterilidade, insônia nervosa, mau hálito e gastrites funcionais.

Preparo: Em 200 ml de água, adicione 10 gramas da cidreira e em seguida leve ao fogão para que o líquido seja fervido por 10 minutos. Ao final, coe e sirva.

Chá de camomila
A Matricaria chamomilla (camomila) é uma erva essencialmente utilizada no combate da ansiedade, além de aliviar distúrbios gastrintestinais provocados pelo excesso de estresse.

Além disso, essa planta também auxilia nos gases e em grávidas no alívio das cólicas e cansaço. Já em crianças, pode regular sono e combater a irritação provocada pelo nascimento dos primeiros dentes.

Preparo: Adicione uma colher das de sopa de flores de camomila picadas em 200 ml de água. Depois ferva por um período de cinco a 10 minutos. Ao final, coe e o líquido estará pronto para ser tomado.

Chá de passiflora
A Passiflora incarnata (passiflora) é uma planta da família do maracujá e fonte de fibras; vitaminas, principalmente A e B; além de sais minerais como ferro e cálcio. Em diversos países, é muito conhecida por suas propriedades calmantes que atuam diretamente no sistema nervoso central.

Preparo: Em 200 ml de água, coloque de seis a oito gramas da erva e em seguida ferva por até 10 minutos. Coe e depois beba uma ou duas xícaras ao dia.

Fonte: http://www.remedio-caseiro.com/chas-para-acalmar-o-nervosismo/