Domingo, 21 Janeiro 2018

Leia mais...

De acordo com cientistas, espermatozoide enfraquece e não consegue entrar no óvulo
Cientistas da Indonésia desenvolveram um anticoncepcional masculino. De acordo com os pesquisadores da Universidade Airlangga, o remédio tem eficácia de 99% e quase não tem efeitos colaterais
De acordo com o professor da universidade Bambang Prajogo, a pílula, que é derivada de um arbusto da indonésia, permite que os homens produzam espermatozoides, porém eles são incapazes de penetrar no óvulo.

― O ingrediente ativo da planta utilizada para produção da pílula interrompe três enzimas do esperma, o que enfraquece e tornam os espermatozoides incapazes de penetrar nos óvulos durante o período de fertilização
No momento, os pesquisadores estão trabalhando na dosagem desse princípio ativo que será introduzida na pílula.

― Esperamos criar uma fórmula que faça com que os homens tenham que tomar a pílula horas antes de terem relações sexuais
Os cientistas afirmam que o medicamento não afeta permanentemente a fertilidade masculina. Segundo eles, os espermatozoides voltam ao normal dentro de um mês

Foto: Reprodução/ DailyMail

Fonte:http://noticias.r7.com/saude/fotos/cientistas-criam-anticoncepcional-masculino-veja-detalhes-05122014#!/foto/1

Leia mais...

Descoberta foi feita por pesquisadores de universidade sueca
Uma pesquisa realizada pela Universidade de Uppsala, na Suécia, revelou que o consumo de cigarro "apaga" o cromossomo Y, parte do DNA determinante para a definição do sexo. O estudo foi coordenado pelos especialistas Jan Dumanski e Lars Forsberg e apareceu na revista "Science".

Segundo eles, os fumantes enfrentam um risco três vezes maior em relação aos não fumantes de perderem o cromossomo masculino. A descoberta foi possível graças à avaliação de mais de 6.000 homens sob diversos aspectos ligados à saúde e ao estilo de vida, como idade, hábitos alimentares e nível de educação.

A partir dessa análise, ficou claro que o cromossomo Y desaparece com bastante frequência das células sanguíneas das pessoas que consomem cigarro. Esse fenômeno é muito mais raro nos não fumantes ou naqueles que conseguem parar com o vício.
O resultado pode explicar como os tumores são mais comuns nos homens que fumam do que nas mulheres, embora ainda não tenha sido plenamente compreendida a relação entre a perda desse cromossomo e a incidência de câncer.

Fonte:http://noticias.r7.com/saude/consumo-de-cigarro-pode-apagar-cromossomo-masculino-05122014

Leia mais...

Em 2007, houve 594 novos casos da doença e, em 2013, foram 722 novos infectados
As notificações de casos de Aids entre os jovens paulistas com idade entre 15 e 24 anos aumentaram 21,5% nos últimos sete anos, segundo levantamento da Secretaria de Estado da Saúde. Em 2007, houve 594 novos casos da doença e, em 2013, foram registrados 722 novos infectados.

Levando em conta todas as faixas etárias, observou-se queda de 20% do número de novos infectados. Enquanto, em 2007, ocorreram 8.482 novos casos, no ano passado o número caiu para 6.830 pessoas.

As notificações tiveram redução maior entre os heterossexuais. Foram 3.762 casos em 2007, contra 2.578 em 2013. Entre os homens que fazem sexo com outros homens, o número aumentou, passando de 1.328 notificações, em 2007, para 1.549, no ano passado.
O número de casos entre os idosos (60 anos ou mais) aumentou. Foram 319 casos notificados, em 2007, contra 322 novos casos durante o ano passado. Em 2013, ocorreram 1.547 óbitos causados pela doença, o equivalente a quatro mortes por dia, em todo o Estado.

Nesta segunda-feira (1º), São Paulo recebe um mutirão de testes gratuitos da campanha Fique Sabendo, nas 3,3 mil unidades de saúde de todo o Estado. Até 5 de dezembro, devem ser feitos 200 mil testes rápidos. O resultado sai em apenas 30 minutos.
Nas redes sociais, o Instituto de Infectologia Emílio Ribas também promove a campanha Desafio da Camisinha. Focada nos jovens, a iniciativa pede que esse público tire selfiessegurando um preservativo ou com mensagens de apoio à prevenção da doença.

Fonte: http://noticias.r7.com/saude/aids-cresce-215-entre-a-populacao-jovem-de-sao-paulo-01122014

Arquivo/Agência Brasil

Leia mais...

O sistema linfático é constituído por vários órgãos linfoides e vasos linfáticos que produzem e transportam a linfa, dos tecidos para a circulação sanguínea, de modo a facilitar a eliminação de toxinas do organismo.

O sistema linfático também é responsável pela remoção do excesso de líquido existente nos tecidos do nosso corpo, além de produzir e transportar células de defesa, tais como os monócitos, os linfócitos e os plasmócitos (células produtoras de anticorpos), essenciais para o bom funcionamento do nosso sistema imunitário. A linfa transporta também os ácidos gordos e as macromoléculas para o sistema circulatório.

Quando um vaso linfático se encontra obstruído ou se acumula líquido numa determinada zona, provoca o chamado edema, comprometendo o sistema linfático. Isto pode ocorrer por vários motivos: na gravidez, devido ao aumento da quantidade de sangue que circula, na inflamação dos tecidos por traumatismo ou ainda, por acumulação excessiva de gordura que comprime os vasos sanguíneos e linfáticos.

A drenagem linfática não é mais que uma técnica de massagem que tem como finalidade promover a circulação linfática, isto é, drena o líquido acumulado entre as células dos tecidos para os vasos linfáticos, através de massagem, transportando esse mesmo líquido até ao coração onde passa para a circulação sanguínea e posteriormente é eliminado através da urina.

É indicada nos casos onde existe retenção acentuada de líquidos no corpo (observação de zonas edemaciadas e que frequentemente provocam dor), além de ser ótimo para a estimulação do sistema imunitário e circulatório. Também é usada como técnica auxiliar na redução de celulite e gordura localizada.
A drenagem linfática pode ser executada manualmente, mecanicamente ou por electroestimulação.

A drenagem linfática manual é feita através de movimentos lentos, precisos, de baixo para cima, rítmicos e de pressão moderada, sem provocar dor.

A técnica manual é a mais aconselhada no pós-operatório de cirurgias plásticas como a lipoaspiração ou a lipoescultura. Nestes casos, o objetivo principal é reduzir o edema rapidamente, sem causar lesão (a pressão aqui exercida é específica para cada pessoa).

Tradicionalmente, a drenagem manual não utiliza cremes, podendo estes serem usados apenas com o propósito de facilitar o deslizamento das mãos de quem massaja.

A drenagem mecânica pode ser realizada por vacuoterapia, endermoterapia ou pressoterapia, de modo a aumentar a circulação periférica e estimular o metabolismo.

A drenagem por electroestimulação recorre ao uso de ultrassons, sonoelectroporação ou sonoforese tridimensional.
Existe também a drenagem linfática por pressoterapia onde é colocada uma manta de ar, aquecida, que vai comprimindo e relaxando o corpo ao longo da sessão.

Qualquer uma das técnicas de drenagem linfática aqui mencionadas são eficazes, e a sua escolha será direcionada para a técnica que melhor se adapte a cada caso em particular.

Tenha em atenção o local que escolhe para realizar esta técnica. A escolha de pessoal qualificado é essencial para se obter os resultados esperados.

Ao optar pela drenagem linfática, recomenda-se um mínimo de 10 sessões.

Leia mais...

O leite de soja (extrato hidrossolúvel de soja) é obtido a partir dos grãos desta leguminosa e é um dos produtos à base de soja mais conhecidos e utilizados pela população do Brasil. Existem diversas marcas que comercializam a bebida, inclusive com produtos que combinam o leite de soja com sucos de frutas. O produto também pode ser encontrado na forma de pó e que pode ser utilizado no preparo de cremes, tofu, maionese, iogurte, vitaminas, sopas e demais alimentos. Este tipo de leite pode ser usado como uma alternativa ao leite de vaca para quem tem intolerância à lactose, porém o seu consumo não é aconselhável para crianças e indivíduos que tenham hipotireoidismo e anemia. Assim como o leite de vaca, o consumo do leite de soja possui os seus benefícios e os seus malefícios.
Os benefícios do leite de soja
O leite de soja é uma boa fonte de proteínas, fibras e vitamina B. Além disso, contém isoflavona, um composto orgânico que atua na prevenção de doenças como o câncer de mama, de cólon, de útero e de próstata; e alivia os sintomas da tensão pré-menstrual e da menopausa;
Pode ser consumido por pessoas alérgicas à lactose e à proteína presentes no leite de vaca;
Esta bebida também pode auxiliar no controle da diabetes e do colesterol alto, no combate à osteoporose e na redução do risco de desenvolvimento de doenças cardíacas;
É livre de colesterol e possui menos gordura que o leite de vaca.
Embora o leite de soja também tenha muitos nutrientes, ele possui apenas 29,3 % de cálcio em relação ao leite bovino;
Quando consumido em excesso, a bebida faz mal à saúde, pois, devido aos fatores antinutricionais, pode dificultar a absorção de minerais e de aminoácidos, fitoestrogênios que podem alterar o funcionamento da tireoide. Há controvérsias com relação à quantidade segura para o consumo do leite de soja, mas alguns pesquisadores recomendam 50 mg de isoflavona por dia, o que equivale a 500 ml da bebida (ou a aproximadamente 200g de tofu e menos de 50g do grão torrado);
Bebês e crianças só devem consumir leite, suco ou qualquer outro produto à base de soja sob orientação médica. Esse cuidado deve ser tomado, pois a soja pode afetar o desenvolvimento hormonal das crianças. Vale ressaltar que a bebida é aconselhável apenas a partir dos 3 anos de idade e nunca como substituto do leite de vaca, e sim como complemento alimentar.
Os malefícios do leite de soja
Embora o leite de soja também tenha muitos nutrientes, ele possui apenas 29,3 % de cálcio em relação ao leite bovino;
Quando consumido em excesso, a bebida faz mal à saúde, pois, devido aos fatores antinutricionais, pode dificultar a absorção de minerais e de aminoácidos, fitoestrogênios que podem alterar o funcionamento da tireoide. Há controvérsias com relação à quantidade segura para o consumo do leite de soja, mas alguns pesquisadores recomendam 50 mg de isoflavona por dia, o que equivale a 500 ml da bebida (ou a aproximadamente 200g de tofu e menos de 50g do grão torrado);
Bebês e crianças só devem consumir leite, suco ou qualquer outro produto à base de soja sob orientação médica. Esse cuidado deve ser tomado, pois a soja pode afetar o desenvolvimento hormonal das crianças. Vale ressaltar que a bebida é aconselhável apenas a partir dos 3 anos de idade e nunca como substituto do leite de vaca, e sim como complemento alimentar.

Fonte: http://www.remedio-caseiro.com/os-beneficios-e-maleficios-do-leite-de-soja/