Domingo, 21 Janeiro 2018

Leia mais...

Para especialistas, a medida é um avanço no combate ao hábito de fumar
Antifumo que proíbe, entre outras coisas, fumar em locais fechados, públicos e privados, de todo o país. Para especialistas, a medida é um avanço no combate ao hábito de fumar. Pouco mais de 11% da população brasileira são fumantes. No Dia Nacional de Combate ao Câncer, comemorado nesta quarta-feira (27), a informação vem reforçar as medidas de prevenção da doença.

Com a vigência da Lei 12.546, aprovada em 2011 mas regulamentada em 2014, fica proibido fumar cigarrilhas, charutos, cachimbos, narguilés e outros produtos em locais de uso coletivo, públicos ou privados, como hall e corredores de condomínio, restaurantes e clubes, mesmo que o ambiente esteja parcialmente fechado por uma parede, divisória, teto ou até toldo. Se os estabelecimentos comerciais desrespeitarem a norma, podem ser multados e até perder a licença de funcionamento.

A norma também extingue os fumódromos e acaba com a possibilidade de propaganda comercial de cigarros até mesmo nos pontos de venda, onde era permitida publicidade emdisplays. Fica permitida a exposição dos produtos, acompanhada por mensagens sobre os males provocados pelo fumo. Além disso, os fabricantes terão que aumentar os espaços para os avisos sobre os danos causados pelo tabaco, que deverão aparecer em 100% da face posterior das embalagens e de uma de suas laterais.
Será permitido fumar em casa, em áreas ao ar livre, parques, praças, em áreas abertas de estádios de futebol, em vias públicas e em tabacarias, que devem ser voltadas especificamente para esse fim. Entre as exceções também estão cultos religiosos, onde os fiéis poderão fumar, caso isso faça parte do ritual.

Nas Américas, segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), 16 países já estabeleceram ambientes livres de fumo em todos os locais públicos fechados e de trabalho: a Argentina, Barbados, o Canadá, Chile, a Colômbia, Costa Rica, o Equador, a Guatemala, Honduras, a Jamaica, o Panamá, Peru, Suriname, Trinidad e Tobago, o Uruguai e a Venezuela.

Dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer) mostram que cerca de 90% dos casos de câncer de pulmão, o mais comum de todos os tumores malignos, estão relacionados ao tabagismo. A instituição estima que em 2012 foram diagnosticados mais de 27 mil novos casos da doença, considerada “altamente letal”.

Segundo o epidemiologista e consultor médico da Fundação do Câncer, Alfredo Scaff, o hábito de fumar está ligado não só a cânceres no aparelho respiratório, mas também a outros como de bexiga e intestino e pode causar outras doenças, como hipertensão e doenças reumáticas.

— A gente sempre associa o hábito de fumar ao câncer, mas não é só o câncer, são quase 50 doenças que ele pode causar, direta ou indiretamente.

Scaff lembrou que os males podem atingir a pessoa que fuma e a que está ao lado, o fumante passivo.

O epidemiologista conta que enquanto no fim da década de 80, uma pesquisa apontou que cerca de 35% da população adulta eram fumantes, esse número hoje gira em torno de 11%. Para ele, essa redução também se deve à legislação, que impede que as pessoas fumem em qualquer lugar, e às limitações de propaganda.

— A entrada em vigor da Lei Antifumo vai limitar o lugar onde a pessoa pode fumar, isso já não permite que ela fume a todo momento. Só para lembrar, um tempo atrás, você podia fumar em avião, no ambiente de trabalho, dentro do cinema, em qualquer lugar podia puxar o cigarro.

O especialista alerta que as pessoas precisam entender que o hábito de fumar é um vício, uma doença que precisa de tratamento. Ele ressalta que a rede pública disponibiliza em todo o Brasil medicamentos e insumos necessários para quem quer parar de fumar.

Para reforçar a importância da Lei Antifumo, a Fundação do Câncer, em parceria com a Aliança de Controle do Tabagismo, lança na semana que vem campanha informativa nas redes sociais. A campanha visa a conscientizar a população sobre o tema e repassar informações sobre a lei.

Fonte:http://noticias.r7.com/saude/lei-antifumo-entra-em-vigor-na-proxima-semana-27112014

Leia mais...

Apesar de ficarem em evidência no verão, é preciso dar atenção a elas em qualquer estação. Você há de convir que axilas ressecadas, manchadas ou com pelos encravados detonam qualquer visual! O atrito com as roupas, o suor, a depilação são fatores que agridem e prejudicam a saúde da pele, mas você pode mudar essa situação adotando alguns cuidados na sua rotina diária.

Diariamente

Lave bem com água e sabonete para retirar resíduos de suor e desodorantes. Dê preferência aos sabonetes antissépticos, para evitar a colonização bacteriana, e consequentemente o mau cheiro. Se for usar uma esponja, escolha uma macia, para não agredir ainda mais a pele. Seque bem com uma toalha macia. “Na rotina diária, secagem após o banho é fundamental, especialmente no calor. E para os que transpiram muito, um antitranspirante, mesmo que sem desodorante, é importante para evitar infecções”, diz a Dra. Fabiane Mulinari Brenner, dermatologista do Hospital VITA, em Curitiba. “Os antitranspirantes mais eficientes possuem derivados do alumínio. A fragrância é de escolha pessoal, mas pode levar a alergias, portanto, atenção!”, orienta a dermatologista. E não se esqueça da hidratação: uma pele hidratada já melhora muito a aparência das axilas! Você pode usar a mesma loção hidratante que passa no corpo todo.

Depilação

A Dra. Fabiane explica que a depilação deve levar em conta o tipo do pelo – se grosso ou fino, loiro ou escuro –, a cor da pele, a sensibilidade e a dor de cada um. “Cremes depilatórios e lâmina de barbear são indolores, mas requerem manutenção frequente. Cera, pinça e aparelhos que arrancam o pelo pela raiz têm durabilidade maior, mas são dolorosos. Idealmente o laser pode eliminar definitivamente os pelos quando realizado por médicos capacitados”, diz a especialista.

Manchas

“As manchas em geral decorrem de irritação excessiva pelo método depilatório ou encravamento de pelos. Clareadores em creme podem melhorar, assim como a eliminação definitiva dos pelos por meio do laser”, orienta a dermatologista. Lembre que uma pele ressecada também tem sua coloração alterada. Muitas vezes, o simples fato de hidratar a pele já ameniza a diferença de tonalidade.

Pelos encravados

Para evitar esse transtorno, atenção ao seu método depilatório. “O uso de lâminas de barbear no sentido do crescimento é o método que menos encrava o pelo, entretanto, a depilação não fica com aspecto excelente, pois pequenos pontos enegrecidos ou acinzentados ficam visíveis na superfície da pele. A eliminação definitiva dos pelos é o ideal nesses casos”, recomenda a Dra. Fabiane.

Fonte:http://www.atmosferafeminina.com.br/Vida/Beleza/Corpo_em_dia/Cuidados_com_as_axilas

 

Leia mais...

O sono é um estado de repouso periódico — geralmente de 8 horas — no qual há a suspensão temporária da atividade perceptivo-sensorial e motora voluntária. Um período de repouso para o corpo e a mente em que a consciência está em inatividade parcial ou completa.

Durante esse período nosso organismo realiza funções importantíssimas com consequências diretas à saúde. O sono fortalece o sistema imunológico, libera a secreção de hormônios — como o de crescimento e insulina — consolida a memória, deixa a pele mais bonita e saudável, além relaxar e descansar a musculatura.

Prejuízos à Saúde com a Falta do Sono

Afeta o equilíbrio, a atenção e a memória.
Diminui o vigor físico.
Envelhece a pele precocemente.
Fica mais suscetível a infecções.
Deixa o raciocínio mais lento.
Causa sensação de olho pesado, sonolência e dor de cabeça.
Deixa o organismo sujeito a doenças como obesidade, hipertensão e diabetes.
Ocasiona dificuldade em adquirir conhecimentos.
Altera o humor e causa irritabilidade.
Deixa a aparência com ar de cansaço e causa olheiras.
Dicas para Dormir Melhor

Pratique exercícios físicos regularmente, preferencialmente no fim da tarde.
Invista em um colchão de qualidade e use travesseiros adequados.
Durma em um local confortável, fresco, escuro e silencioso. As alterações de ruído, de luz e de temperatura podem atrapalhar o sono.
Faça uma refeição leve antes de dormir: deixar o estômago vazio atrapalha o sono.
Cuide com líquidos durante a noite, pois a necessidade de urinar irá interromper a sequência do seu sono.
Tome um banho quentinho antes de dormir. Use óleos relaxantes e cremes: eles proporcionam sensação de bem-estar.
Procure dormir e acordar sempre no mesmo horário.
Relaxe sua mente, livre-se dos pensamentos, preocupações e ansiedade.
Evite álcool a noite, as substâncias da bebida podem afrouxar a estrutura da região da faringe, comprometendo a respiração causando ronco.
Cuide com as substâncias estimulantes. Preste atenção no que ingere: chá, café, refrigerante e chocolate são bons exemplos de estimuladores que podem prejudicar o sono.
Evite ingerir tranquilizantes, relaxantes e soníferos, pois eles podem criar hábitos indesejáveis para a conciliação do sono regular.
Vá para a cama somente quando estiver com sono. Deixe a cama caso não consiga dormir logo. E retome atividades relaxantes em ambientes com pouca luminosidade até ter sono novamente. Controlar as horas no relógio ao se deitar também é prejudicial, pois aumenta a ansiedade.
Medite. Já está provado que a meditação é uma técnica eficaz para reduzir a tensão, aumentar a criatividade e trazer profunda sensação de paz para os que a praticam. Meditar ajuda, de fato, a aprofundar o descanso. Quinze minutos por dia é o suficiente para obter resultados.
Dormir bem ajuda emagrecer
Pesquisas científicas garantem: Uma boa noite de sono controla a fome, aumenta a sensação de saciedade, melhora o humor e deixa a pela mais bonita!

A privação do sono está relacionada à acidentes de trabalho, estresse, depressão, fibrologia, mau humor e mais recentemente com a obesidade.

Quem dorme cinco horas ou menos por noite, correm o três vezes mais risco de se tornar um obeso no futuro. Mas não vá pensando que só dormir é suficiente para emagrecer!

Acompanhamento nutricional, atividade física e tratamentos estéticos são fundamentais.

Abaixo, alguns hormônios que estão relacionados ao sono e o ponteiro da balança:

Cortisol: hormônios qua aparece quando estamos sob estresse e é responsável por estocar gordurinhas no nosso corpo;
Ghrelina: hormônio resposável por estocar gordurinhas no nosso corpo;
Leptina: neuromodulador, responsável por controlar a saciedade, quando não dormimos bem, sua produção é reduzida.

Leia mais...

 
A vitamina C possui propriedades antioxidantes, ou seja, é capaz de eliminar os radicais livres reduzindo os sinais de envelhecimento. É uma substância essencial sob todos os aspectos: no funcionamento da pele (incluindo o crescimento, manutenção e reparo, protegendo-a contra os estragos da oxidação causada pelos radicais livres), feridas e síntese de colágeno.

Benefícios da Vitamina C para Pele

Em estudos realizados verificou-se que a vitamina C tem efeito fotoprotetor contra raios UVA e UVB. Desta forma, a vitamina C tópica é um excelente antioxidante da pele. Ela é vendida ou pode ser manipulada nas farmácias.

Dermatologistas descobriram que a vitamina C é um dos melhores ingredientes para combater manchas escuras: ela não somente clareia a pele, mas também inibe a produção da tirosinase, a enzima que cria a pigmentação.

Os cientistas também descobriram que a vitamina C não só é essencial para a construção do colágeno e da elastina, mas de fato dá o pontapé inicial na produção dessas proteínas, o que a torna um potente anti-idade.

A eficácia dos derivados da vitamina C na proteção e promoção na síntese de colágeno, clareamento da pele e inibição da síntese de melanina, podem ser notados por alguns estudos realizados.

Para quem tem a pele sensível, os especialistas recomendam que a pessoa experimente produtos com a forma solúvel da vitamina C, para um teste inicial.

A indústria da beleza já sabe há muito tempo que esta vitamina é vital para a saúde da pele — tanto na alimentação, como em forma de cosmético. Os nutrientes ajudam a formar o colágeno e a elastina, que são essenciais para manter a pele firme e jovem.
Como usufrir da Vitamina C?

A vitamina C é hidrossolúvel e não é sintetizada dentro do nosso organismo: necessitamos de suplementos advindos dos alimentos ou dos complexos vitamínicos.

Suplementação de antioxidantes por via oral, entre eles a vitamina C na forma de cápsulas, é considerada potente sequestradora de radicais livres. O método da suplementação é bastante utilizado pelas pessoas que não conseguem manter uma alimentação balanceada, necessitando desta maneira suplementar os nutrientes que estão em carência em seu organismo.

Quando há carência de vitamina C em alguma função do organismo, ele a retira da pele, tornando-a vulnerável. O stress físico ou emocional aumenta ainda mais essa demanda por vitamina C, que é sempre retirada primeiro da pele.

Tire proveito dessas qualidades acrescentando alimentos ricos em vitamina C e usando cosméticos que a contenham.

Benefícios dos Cosméticos com Vitamina C

Uniformizam o tom e aumentam a elasticidade da pele
Hidratam e suavizam as rugas
Agem combatendo os radicais livres
Possuem propriedades antioxidantes, clareadoras e auxiliam na síntese do colágeno.

Leia mais...

Tumor acomete principalmente homens na faixa dos 70 anos
Sangramento na urina, dor e queimação ao urinar e vontade constante de ir ao banheiro podem ser sinais de câncer na bexiga. A doença acomete cerca de 330 mil pessoas com mais de 130 mil mortes por ano.

O coordenador do Núcleo de Urologia do Hospital Samaritano de São Paulo, Alexandre Crippa, afirma que, caso a pessoa sinta qualquer desses sintomas, deve procurar um especialista.

― Com exames de urina, ultrassonografia e tomografia é possível identificar a anomalia. Quando detectado, 70% dos casos possui tumor superficial que pode ser tratado com cirurgia minimamente invasiva via uretral. Apenas 30% requer maior intervenção e até quimioterapia.

Segundo Crippa, o câncer de bexiga acomete principalmente homens com idade média de 70 anos. Porém, estudos e experimentações permitiram identificar alguns fatores de risco relacionados com o desenvolvimento de câncer de bexiga.

― O tabagismo é o principal deles com uma estimativa de ser o responsável em 60% dos casos em homens. Os fumantes apresentam incidência deste tumor até quatro vezes maior em comparação com não-fumantes.