Setembro 19, 2021

Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Zona Noroeste

Zona Noroeste

Se você apareceu nesta matéria e quer o direito de resposta entre em contato no email santos@zonanoroeste.com.br

 

Foi assim na quinta feira passada, ( 17 ) na Escola de Samba Unidos da Zona Noroeste, onde o prefeito Rogério Santos, assinou o alvará de funcionamento para que a Escola de Samba atue como "Escola de Samba", antes apenas liberado para atuar com assistência social e cultural. A Escola de Samba da um grande passo para a Cultura Brasileira. A luta vem sido incansavelmente pelo presidente João Marcos que nunca mediu esforços para que a Escola de Samba crescesse tanto. Todos os ex presidentes tiveram sua trajetória e honraria, fazendo uma história bela, harmônica e de frutos positivos. A Unidos luta hoje para subir para o Grupo Especial onde já esteve por várias vezes.

A Prefeitura de Santos, em 2006 deu a responsabilidade a CET para fiscalizar os carrinheiros. Só que isso na prática não acontece.
A CET na época, registrou carrinheiros, junto com Ação Social ( SEAS ), Os trabalhadores passaram por exames médicos e foram vacinados contra tétano e hepatite B.

Aqueles cujo estado de saúde requeria cuidados foram encaminhados às unidades básicas de saúde da rede pública municipal. Além da pintura das carroças em
amarelo imperial, os carrinheiros receberam crachá com foto digitalizada. 

A fiscalização da padronização adotada pela Prefeitura cabe a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos). PARCERIA Por intermédio de parceria com a Secretaria de Municipal
de Saúde (SMS), a Secretaria de Assistência Social está adotando um sistema de controle do estado de saúde dos carrinheiros.

Ou seja, porque a CET não faz seu papel em retirar carrinhos que não são cadastrados?

Algumas auto escolas vem dando suas aulas em cima da calçada no Sambódromo todos os dias. ( destaca moradora). Algum tempo tem sido realizado exames para habilitação da carteira de motorista no sambódromo, após a rua onde era realizada, no Marapé, foi interditada devido manutenção da Sabesp, de la pra cá, nunca mais voltou, ficando no Sambódromo. Para o uso das aulas particulares de autos escolas na calçada, chegam a marcar com fitas para evitar que pessoas passem pelo local. A calçada não recebe o mesmo tratamento de piso como uma rua, apenas para passeio, passagem de pedestres. Entramos em contato com a ouvidoria que iria entrar em contato com o Detran. Estamos em aguardo. 

Agende sua vacina pelo site https://portal.vacinaja.sp.gov.br/covid-19%20vaccine/ você evita aglomeração, garante sua vacina na data e horário correto para que você tenha todo o conforto. 

Em visita a Policlínica do Jardim Castelo o prefeito Rogério Santos e o Presidente da câmara o vereador Adilson Jr, que já enviou uma emenda de 150 mil reais para a Policlínica, o prefeito ouviu vários moradores, anotou as necessidades da Policlínica como falta de médico fixo há dois anos e melhorias. O Prefeito também foi até o posto de vacinação na Praça Universal e presenciou a vacinação do jornalista Eddie Gomes da página da ZN. 

Zona Noroeste. Mais especificamente o cruzamento da Rua Vereador Álvaro Guimarães com a Rua Aniz Tranjan. É nesse ponto onde a Campanha Faixa Viva se faz presente desde a última semana e permanece até sábado (19), para conscientizar pedestres e motoristas sobre o uso seguro do viário.

O local tem grande circulação de pessoas e veículos, já que a Álvaro Guimarães é um importante corredor de tráfego da região, pelo qual passam também ônibus, outros veículos pesados, além de concentrar vários estabelecimentos comerciais.

No movimentado cruzamento, agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos) fazem orientações para reforçar o princípio básico da Faixa Viva: prioridade de travessia do pedestre em locais com faixa de segurança sem a sinalização semafórica.

No local em que ação se desenvolve está também o enorme inflável da campanha que estampa o slongan 'Faixa Viva. Eu respeito'. Foi justamente a peça que inspirou o aposentado Sérgio Barreal a, ainda na calçada, estender a mão para pedir passagem aos motoristas.

“Eu realmente nunca havia feito (o gesto do braço esticado, movimento que é estimulado para que o pedestre manifeste a intenção de atravessar e possa ser visualizado pelo condutor), mas vi o boneco e resolvi testar. E deu certo”, celebrou ele, que às vezes é pedestre e em outras ocasiões está na direção do seu veículo.

Já a pequena Maria Carolina, 6 anos, estava envergonhada, mas a avó Maria de Fatima da Silva revelou que a neta sempre fala que “é para atravessar na faixa” e também sabe fazer o movimento para pedir passagem. “Ela aprendeu na escola”.

 

MAIS INTENSA

Desde o retorno das atividades nas ruas, no dia 10 de maio último, quando completou 10 anos, a Faixa Viva é desenvolvida por vários dias contínuos e horário prolongado (da manhã ao final da tarde) num mesmo lugar.

Com o novo modelo, que respeita o distanciamento social para prevenção ao coronavírus, a CET-Santos busca atingir um público ainda maior de usuários, sejam pedestres ou motoristas. Durante maio, as ações educativas foram concentradas na Av. Marechal Floriano Peixoto (altura do Shopping Miramar), no Gonzaga.
O presidente da CET, Antonio Carlos Silva Gonçalves, lembra que após a paralisação devido à pandemia, a campanha foi retomada, de forma diferente, mais intensa. “Agora mantemos as ações em locais de faixa viva sempre por dias seguidos e horário mais amplo, buscando atingir todos que passam pelo lugar. A intenção é criar o hábito, incutir na população o propósito da Faixa Viva, que é fazer o trânsito mais seguro para todos”.

A Cesta Básica Solidária, medida de segurança alimentar adotada pela Prefeitura em virtude da pandemia da covid-19, ultrapassou 100 mil kits disponibilizados a famílias de alunos desde abril de 2020. Nesta quinta (17) e sexta (18), será realizada nova entrega de 672 cestas em cinco unidades.

 

As escolas contempladas serão: ‘Martins Fontes’ (Estrada João Batista, 208 – Morro da Penha), ‘Alcides Lobo Viana’ (Av. Senador Pinheiro Machado, 606 - Marapé), ‘Luiz Alca de Sant’Anna’ (Rua dos Portugueses s/nº - Piratininga), ‘Maria Luiza Simões Ribeiro’ (Rua Pio XII, 40 – Saboó) e ‘Maria Patrícia’ (Av. Martins Fontes, 225 - Valongo).

 

Os horários para a retirada dos alimentos estão divididos em ordem alfabética, de acordo com a primeira letra do nome do aluno (ver quadro). Caso a família tenha mais de uma criança matriculada em escolas municipais, deve considerar a unidade do filho mais velho. Pais e responsáveis devem apresentar carteira de identidade ou outro documento oficial de identificação com foto.

 

O cronograma de distribuição pode ser acompanhado em Cesta Básica Solidária https://www.santos.sp.gov.br/?q=institucional/cesta-basica-solidaria.

Santos começa, nesta quarta-feira (16), a vacinação contra a covid-19 com a vacina Oxford/AstraZeneca para pessoas a partir de 50 anos, mesmo sem comorbidades. Serão disponibilizados 30 postos, sendo 8 postos externos, das 8h às 16h, e 22 policlínicas, das 8h às 13h. 

Na terça-feira (15), com o início da vacinação para pessoas entre 55 e 59 anos, o Município aplicou 6.825 doses, somando todos os públicos contemplados com o imunizante.


DOCUMENTAÇÃO
Para ter acesso à vacina é necessário apresentar documento com foto, CPF e comprovante de residência em Santos.
A relação completa dos grupos que estão sendo atualmente contemplados com a vacinação contra a covid-19 e a documentação exigida para cada um deles está disponível aqui: https://www.santos.sp.gov.br/?q=noticia/saiba-onde-e-quem-pode-tomar-vacina-contra-a-covid-19-hoje-em-santos.
 
DOAÇÃO
Pessoas que vão aos postos de vacinação podem contribuir com doações de mantimentos, itens de higiene pessoal e de limpeza que serão encaminhados pelo Fundo Social de Solidariedade a famílias em situação de maior vulnerabilidade em Santos.

 
ONDE VACINAR 

Postos Externos - 8h às 16h

Aparecida – Clube Atlético Santa Cecília (Rua Comendador Alfaia Rodrigues, 269)
Campo Grande - Igreja Evangélica Projeto de Deus (Rua Carvalho de Mendonça, 596)
Embaré – Centro Comunitário da Igreja São Benedito (Av. Afonso Pena, 350)
Gonzaga – Estacionamento da Igreja Universal do Reino de Deus (Av. Ana Costa, 329)
Marapé - Escola de Samba União Imperial (Rua São Judas Tadeu, 20)
Pompeia - Igreja Nossa Senhora do Rosário da Pompeia (Praça Benedicto Calixto, 1)
Ponta da Praia - Ginásio do Complexo Esportivo Rebouças (Praça Engenheiro José Rebouças s/nº)
Vila Mathias - Igreja Batista Peniel (Rua Almeida de Moraes, 54) (TRANSFERIDA PARA POLICLÍNICA VILA MATHIAS SOMENTE NESTA TERÇA)
 

Policlínicas - 8h às 13h

ZONA NOROESTE

Policlínica Alemoa – Rua Afonsina Proost de Souza s/nº
Policlínica Areia Branca - Rua Francisco Lourenço Gomes, 118
Policlínica Bom Retiro - Rua João Fraccaroli s/nº
Policlínica Castelo - Rua Francisco de Barros Melo, 184
Policlínica Rádio Clube - Avenida Hugo Maia s/nº
Policlínica São Jorge e Caneleira - Rua Francisco Ferreira Canto, 351
Policlínica São Manoel - Praça Nicolau Geraigire s/nº
Policlínica Piratininga - Praça João de Moraes Chaves s/nº
 

MORROS

Policlínica Nova Cintra - Rua José Ozéas Barbosa s/nº
Policlínica Morro São Bento - Rua das Pedras s/nº
Policlínica Valongo - Rua Prof. Maria Neusa Cunha s/nº
Policlínica Morro José Menino - Rua Doutor Carlos Alberto Curado, 77
Policlínica Jabaquara - Rua Vasco da Gama, 32
Policlínica Monte Serrat - Praça Correia de Melo s/nº
Policlínica Morro Vila Progresso - Rua Três, casas 1 e 2 Vila Telma
Policlínica Morro Santa Maria - Rua 10 s/nº
Policlínica Morro da Penha – Rua Três, 150
 

CENTRO

Policlínica Conselheiro Nébias - Av. Conselheiro Nébias, 457
Policlínica Martins Fontes – Rua Luiza Macuco, 40
Policlínica Vila Nova - Praça Iguatemi Martins s/nº
 

ÁREA CONTINENTAL

Policlínica Caruara - Rua Andrade Soares s/nº
Policlínica Monte Cabrão - Av. Principal s/nº

Cadeiras liberadas pra ambulantes na areia da praia.
O Vereador Zequinha Teixeira conseguiu liberar para que ambulantes da praia pudesse colocar cadeiras na praia, com todas as precauções de saúde. A prefeitura liberou 5 Guarda Sóis para 3 cadeiras.

A cidade de Santos realiza estudo para transformar o Dique da Vila Gilda, localizado na Zona Noroeste. No projeto denominado Parque Palafitas, a Prefeitura analisa a reorganização das atuais moradias construídas sobre o mangue, de forma irregular, buscando uma solução social, sustentável e técnica para criação de novas habitações.  

 

A ideia é a construção de conjuntos habitacionais na área seca do mangue, próximos à via, e de habitações com estrutura pré-fabricada (casas) sobre a água. Os prédios abrigam a caixa d'água e deles ocorre a distribuição de energia elétrica e da estrutura de saneamento para todas as unidades. Em fase inicial, a proposta começou a ser desenvolvida em 2018, juntamente com o escritório do arquiteto curitibano Jaime Lerner, falecido recentemente, com recursos da organização empresarial Comunitas.

 

LAZER

O projeto também prevê área para lazer, para o comércio, equipamentos públicos, parques e áreas para regeneração do mangue. "Muitas pessoas não se adaptam a lugares distantes e acabam voltando para o seu local de origem. Trata-se de um projeto inovador do Brasil. Queremos ordenar as palafitas e promover a recuperação ambiental. Queremos que as pessoas habitem o local com o qual já estão familiarizadas, mas com dignidade. Com saneamento, energia elétrica e moradia adequada", explicou o prefeito Rogério Santos.

 

A intenção do prefeito Rogério Santos é que as primeiras moradias, dentro de um projeto piloto, sejam entregues até o final de 2024. "É a maior palafita do Brasil, com vários problemas sociais. Ainda temos que superar muitas barreiras como as ambientais, a busca de recursos, o que faremos com planejamento e trabalho técnico. É um resgate da cultura das pessoas que moram ali e do bom convívio com o meio ambiente, o oceano e o mangue".

 

Construir unidades sobre a água é uma quebra de paradigma, como explica o secretário de Desenvolvimento Urbano, Glaucus Farinello. "Hoje, não temos áreas disponíveis para produzir todas as moradias necessárias. Esses estudos trouxeram essa reflexão, que levou a esse projeto".  

 

 

ESTUDOS AMBIENTAIS

De acordo com Glaucus, a Prefeitura já possui estudos ambientais, um deles derivado do projeto Santos Novos Tempos, que aponta cotas seguras para construção de moradias, levando em conta questões de enchentes, além de análises de viabilidade das fundações. A Prefeitura também possui levantamentos aerofotogramétricos, que permitem que se mensure o número de moradias que precisarão ser construídas.  

 

"Nosso trabalho agora é vencer todas as questões e desafios técnicos. Vamos nos concentrar nesse projeto-piloto, conversar com a sociedade, para que possamos replicá-lo posteriormente, a médio e longo prazo", completou o secretário.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/zonanoroeste/www/templates/ts_news247/html/com_k2/templates/default/user.php on line 269

Popular News

Error: No articles to display

Copyright 2021 © Rua Professor Lúcio Martins Rodrigues, 10 - Altos, Jardim Castelo - Santos/SP Te.: 13 - 3301-7295 / 997860297 / 7812-0297 / 105*1278 - Santos@zonanoroeste.com.br

Please publish modules in offcanvas position.